Você conhece as regras dos seguros para roubo de celular? Saiba o que eles cobrem a partir de R$ 5,99 mensais

Os órgãos de defesa do consumidor alertam que a contratação de seguros para smartphones e outros aparelhos exige muita atenção do consumidor. Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Proteste — Associação de Consumidores, destaca que é preciso ter certeza sobre as regras da cobertura do seguro.

As operadoras cobram pela cobertura valores que variam de R$ 5,99 a R$ 159, de acordo com o modelo de celular e a cobertura oferecida: — As empresas não cobrem furtos simples, quando a subtração é feita sem o rompimento de obstáculos. Por exemplo, um usuário deixa o smartphone em cima do balcão de uma loja e, sem que ele note, alguém o leva. As seguradoras acham que isso decorre de descuido do cliente, o que nem sempre é verdade. Ela lembra que a necessidade de adquirir o serviço deve ser avaliada caso a caso. — Para quem expõe muito o celular em lugares públicos, o seguro pode ser uma boa alternativa. Clientes de planos pós-pago costumam participar de programas de bonificação. Dependendo do bônus, o usuário pode conseguir um aparelho semelhante a um preço baixo — explicou. A franquia é outro aspecto importante, já que se refere ao percentual que o consumidor vai desembolsar se precisar de um aparelho novo. A taxa vai de 10% a 25%, mas cada empresa determina que preço é usado no cálculo: valor registrado em nota fiscal ou de alguma tabela própria da seguradora ou operadora. A Oi , por exemplo, considera como parâmetro o valor do aparelho no pré-pago da operadora, mesmo que o smartphone tenha sido adquirido em outro local.

Como proteger fotografias

Muitas vezes, ter o smartphone furtado ou roubado é ainda pior pela quantidade de fotos, mensagens e outros arquivos de áudio e vídeo armazenados no aparelho. Por isso, os usuários podem usar aplicativos que fazem um backup, ou seja, guardam as informações para que seja possível acessá-las depois. Algumas operadoras oferecem esses serviços pagos, mas também há opções gratuitas, como o aplicativo de armazenamento em nuvem Dropbox, que reserva 15GB gratuitos de espaço para os usuários.

Dropbox

O aplicativo está disponível para dispositivos com os sistemas Android, iOS e Windows Phone e oferece 15GB de espaço para o usuário guardar fotografias e outros arquivos importantes. Há um recurso que salva no sistema, automaticamente, as imagens feitas com o celular ou com o tablet.

Sistemas

Os usuários de iPhone e iPads têm backups de dados no iCloud. O sistema Android também oferece opções de backup automático de informações (imagens, arquivos e aplicativos) nas configurações dos aparelhos.

TIM

A operadora oferece o TIM Protect Backup, que recupera os conteúdos do celular do cliente. São oferecidos pacotes de 5GB, a 100GB, com preços de R$ 5,90 a R$ 29,90 por mês.

Oi

O Oi Agenda é um serviço de backup de contatos que custa R$ 2,99 por mês.

Vivo

Com o sistema Vivo Sync, podem-se guardar conteúdos em nuvem (serviço de armazenagem que permite acessar dados de qualquer outro computador, desde que o usuário tenha acesso à rede de intranet ou internet) e custa a partir de R$ 5,99 por mês. Informações são obtidas em www.vivosync.com.br.

Claro

O aplicativo de segurança móvel permite bloquear o aparelho, localizar e apagar conteúdos remotamente. O serviço custa de R$ 2,99 a R$ 5,99 por mês. Informações: www.clarosegurança.com.br.

Comentários estão fechados