Vítimas de ‘armadilha’ de planos de saúde enfrentam reajustes abusivos

Se sentindo enganados, consumidores descobrem riscos dos planos coletivos apenas depois da contratação

No início, eles achavam que estavam fazendo um bom negócio: a economia mensal podia chegar a R$ 400 por pessoa.

Mas, algum tempo depois de terem contratado um plano de saúde, foram informados que a mensalidade seria reajustada em até 70% e acabaram percebendo que a proposta inicialmente atrativa era, na verdade, um armadilha. Continue lendo